'The Athlete an the Hero’s Myth’ in bibliographic reference

Main Article Content

Rodrigo de Vasconcellos Pieri
Alexandra Tsallis

Abstract

The first edition of the book The Athlete and the Myth of the Hero turns 20 in 2021. In this trajectory many publications have used it as a reference. Books, book chapters, articles, graduation papers, master's dissertations, doctoral theses and even widely circulated newspapers and magazines. This took place in a total of ten different countries. This article proposes a look at the 210 works analysed in an attempt to understand the place of the referred book in their productions. We start with a brief passage through the main events of the year of publication of the first edition (2001) and continue with an academic analysis of the 110 articles, 12 graduation papers, 44 Master's dissertations and 17 Doctoral theses. The descriptors used were: year of publication, area of ??knowledge, educational institution, characteristics of the title and country. It was noticed the predominance of dialogue with Psychology and Physical Education, yet 23 other areas of knowledge included it in their productions. Citations were found, even in the year 2020. We concluded that the book The Athlete and the Myth of the Hero is a work that can be considered a classic of the Psychology of Sport and its new edition will be of fundamental importance to this area of ??knowledge.

Article Details

Section
Original Article

References

1 Rubio K. O Atleta e o Mito do Herói: O imaginário esportivo contemporâneo. São Paulo: Casa do Psicólogo; 2001.
2 Rubio K. O fair play como valor ético do esporte e sua relação com a ética da psicologia: haveria alguma diferença. Simpósio Internacional de Psicologia do Esporte. USP: São Paulo: 2001. p. 29-37.
3 Rubio K. Origens e evolução da psicologia do esporte no Brasil. Revista Bibliográfica de Geografía y Ciencias Sociales. 2002; 7:373.
4 Ribeiro W. C. Mudanças climáticas, realismo e multilateralismo. Terra Livre. 2002; I(18): 75-84.
5 Rubio K. Agenda 20+20 e o fim de um ciclo para o Movimento Olímpico Internacional. Revista USP. 2016; 108: 21-28.
6 Rubio K. A imagem do Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Revista USP. 2016; 110: 66-71.
7 Marques JC, Rosa BN. Garrincha sob a ótica do herói: uma análise de “Alegria do Povo” e “Estrela Solitária”. Aletria: Revista De Estudos De Literatura. 2016; 26(3): 195–211.
8 Cavalcanti EA, Capraro AM. O mito do herói: uma análise a partir do discurso da Folha de S.Paulo acerca do caso Ronaldo na Copa do Brasil de 2009. Revista Brasileira de Educação Física. 2016; 30(3): 611-618.
9 Cavalcanti EA. Heroísmo e mídia: a chegada de Ronaldo ao Corinthians na folha de São Paulo. Revista Brasileira de Futsal e Futebol. 2019; 11(46): 647-654.
10 Camilo JAO, Spink MJP. Versões de atletas de mixed martial arts nas fases de preparação para um combate. Psicologia & Sociedade. 2019; 31: 1-15.
11 Cardoso APS, Cardoso A, Zanetti M, Correa M, Sermarini M, Freire E, Rodrigues G, Brandão MRF. Significado do judô paralímpico: um estudo de caso. Cuadernos de Psicología del Deporte. 2019; 19(2): 198-208.
12 Müller Junior IL, Capraro AM. Muay Thai – a presença de uma cultura corporal no cinema tailandês. Recorde. 2019; 12(2): 1-16.
13 Amato JF, Rubio K. Tempo de mudança: a partida como primeiro estágio da Jornada Mitológica de Mulheres Olímpicas Brasileiras. Psicologia Revista. 2019; 28(2): 272-286.
14 Rubio K. Identidade heroica e narrativas biográficas: A memória do esporte por atletas olímpicos. Olimpianos –Journal of Olympic Studies. 2019; 3: 1-24
15 Rubio K, Veloso RC, Leao L. Between solar and lunar hero: a cartographic study of Brazilian Olympic athletes in the social imaginary. Imago. 2019; 11: 147-162.
16 Rubio K, Rabelo IS, Sinoara RA, Barbosa RS, Rezende S. O. Identificação de personalidade de atletas olímpicos: uma análise exploratória de narrativa com mineração de textos. Revista Brasileira de Psicologia do Esporte. 2019; 9(2): 145-163.
17 Bambace APQ, Panfili ABV, Camilo JA. O. Sobre a violência sexual no esporte olímpico envolvendo mulheres: um estudo a partir de reportagens em diferentes sites esportivos. Olimpianos – Journal of Olympic Studies. 2020; 4: 122-136.
18 Tonon LMM, Rubio K. Road to Ítaca: Uma Odisseia rumo a Tóquio. Olimpianos - Journal of Olympic Studies. 2020; 4: 6- 27.
19 Silva CL, Júnior WM. Comunicação televisiva: reflexões e considerações sobre o telejornalismo esportivo. Razon Y Palabra. 2009; 69.
20 Rubio K. Multiple Identities and Trans-culturalism: Joaquim Cruz, a Brazilian Olympic Hero. American International Journal of Contemporary Research. 2013; 3 (10): 42-51.
21 Crispim AC, Roettgers C, Camargo BV, Nunes CHSS, Cruz RM. Elementos caracterizadores das representações sociais de atleta na rede social Facebook. Revista Interamericana de Psicologia. 2016; 50 (3): 347-358.
22 Fernandes JCG. Ética do desporto: análise dos discursos no debate das ideias [Trabalho de Conclusão de Curso]. Coimbra: Faculdade de Ciência do Desporte e Educação Física, Universidade de Coimbra; 2007.
23 Da Silva JR. Efeito que um programa de treinamento aeróbico exerce sobre a resistência aeróbica de jogadores de futebol de campo da categoria sub – 15 da escolinha de futebol aroeira de alto paraíso de goiás [Trabalho de Conclusão de Curso]. Brasília: Educação Física, Universidade Aberta do Brasil; 2012
24 Mota IM. Jornalismo esportivo de saia a participação feminina no jornalismo esporte [Trabalho de Conclusão de Curso]. Brasília: Faculdade de Tecnologia e Ciências Sociais Aplicadas, Centro Universitário de Brasília; 2013.
25 Oliveira D. M. Alterosa esporte e globo esporte: uma concorrência da igualdade [Trabalho de Conclusão de Curso]. Minas Gerais: Comunicação Social, Universidade Federal de Juiz de Fora; 2004.
26 Cury EP. Valores sociais do esporte espetáculo perspectiva dos membros da comissão organizadora da copa do mundo de futebol 2014 cidade sede Curitiba [Trabalho de Conclusão de Curso]. Paraná: Educação Física, Universidade Tuiuti do Paraná; 2011.
27 Lima MMD. O processo de tomada de decisão de ser jogador de futebol: um estudo em clubes pessoenses [Trabalho de Conclusão de Curso]. Paraíba: Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal da Paraíba; 2019.
28 Lima PLP. O herói esportivo: o papel da imprensa no processo de mitificação do atleta contemporâneo [Trabalho de Conclusão de Curso]. Rio de Janeiro: Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro; 2013.
29 Pinheiro VP. Nova Friburgo e o investimento no esporte: a história do projeto social “Gol, crescer no esporte” [Trabalho de Conclusão de Curso]. Rio de Janeiro: Instituto de Ciência da Sociedade de Macaé, Universidade Federal Fluminense; 2002.
30 Velho CR. Estilo de vida de ex-atletas de alto rendimento após aposentadoria [Trabalho de Conclusão de Curso]. Santa Catarina: Educação Física, Universidade Extremo Sul Catarinense; 2012.
31 Nunes ML. Frankenstein, monstros e o Ben 10: fragmentos da formação em educação física [Trabalho de Conclusão de Curso]. São Paulo: Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo; 2011.
32 Ottoni GP. Uma análise ontológica da experiência de dor em atletas lesionados: contribuições da fenomenologia de Edith Stein à Psicologia [Trabalho de Conclusão de Curso]. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Ribeirão, Universidade de São Paulo; 2011.
33 Lopes VB. Contextualizing the politics of “Brazilian” sport mega events [Dissertação]. Maryland: Department of Kinesiology (Mestrado em Artes), University of Maryland; 2015.
34 Figueiredo TH. Os atletas paraolímpicos na imprensa – Análise comparativa da cobertura noticiosa da mídia no Brasil e em Portugal de 1996-2008 [Dissertação]. Porto: Faculdade de Letras, Universidade do Porto. 2015.
35 Santos WHG. Jornalismo e olimpíadas: o impacto da hegemonia do futebol nas demais modalidades [Dissertação]. Lisboa: Escola de sociologia e políticas públicas, Instituto Universitário de Lisboa; 2017.
36 Loureiro Lima G. O planejamento estratégico e a gestão de carreiras no futebol brasileiro: um estudo de caso sobre o Projeto STK Fluminense Samorín [Dissertação]. Porto: Faculdade de Desporto, Universidade do Porto; 2018.
37 Riveira AFV. Gestão da carreira de futebolistas profissionais: perspectiva dos gestores referente à transnacionalização. [Dissertação] Porto: Faculdade de Desporto, Universidade do Porto; 2017.
38 Ribeiro CHV. Mais do que pendurar as chuteiras: projetos sociais de ex-jogadores de futebol famosos [Tese]. Rio de Janeiro: Departamento de Educação Física: Universidade Gama Filho; 2004.
39 Rosina D. Entre narrativas, fragmentos e estilhas: construções de atletas brasileiros sobre os jogos olímpicos do México de 1968 [Tese]. São Paulo: Escola de Educação Física e Esporte, Universidade de São Paulo; 2018.
40 Brüggemann AL. Olimpismo e esportes de aventura na encruzilhada da(s) modernidade(s) [Tese]. Santa Catarina: Programa de pós-graduação de educação física, Universidade Federal de Santa Catarina; 2020.
41 Ridge PT. From Sport to Spectacle: An Archaeology of Latin American Soccer [Tese]. Arizona: Departamento de Filosofia, Arizona State University; 2017
42 Ferreira JGB. Representações do outro: análise crítica da mídia esportiva portuguesa sobre os brasileiros [Tese]. Alentejo: Departamento de Linguística, Universidade de Évora; 2018.
43 Mendes MS. Deficiência física e promoção da saúde: o lugar do sujeito [Tese]. São Paulo: Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Estadual de Campinas; 2018.
44 Picoli RMM, Bueno JL. O. Relações entre motivo de realização, meta de realização e estados de ânimo pré-competitivos de atletas brasileiros em função do gênero, tipo de modalidade esportiva e decurso temporal [Tese]. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Ribeirão, Universidade de São Paulo; 2020.