Atletas Olímpicos Brasileiros

Foto de exibição
JOÃO DO PULO
João Carlos de Oliveira nasceu em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo, em 28 de maio de 1954, em uma família numerosa e pobre. Aos cinco anos, foi acometido de tuberculose, mas apesar disso, na adolescência, praticou voleibol e basquete. Por influência de um professor de Educação Física, especializou-se no salto em distância e no triplo. Após participar de um campeonato sul-americano, em que saltou próximo dos 15 metros, foi convidado a servir na Companhia do Batalhão de Guarda, no Parque Dom Pedro, em São Paulo e, lá, começou a ser treinado pelo técnico Nelson Pereira. Posteriormente, passou a treinar com o técnico Pedro de Toledo, o Pedrão, no Pinheiros. Nos Jogos Pan-Americanos do México, em 1975, aos 21 anos, conquistou a medalha de ouro no salto triplo e saltou 17,89 metros quando, então, quebrou o recorde mundial, marca que precisou de mais de dez anos para ser superada. Depois disso, passou a ser chamado de João do Pulo". No ano seguinte, foi aos Jogos Olímpicos de Montreal e ganhou a medalha de bronze. Em 1979, voltou a conquistar as medalhas de ouro no salto triplo e em distância, nos Jogos Pan-Americanos de San Juan. Nos Jogos Olímpicos de Moscou, em 1980, nove dos seus doze saltos foram anulados, sendo que, em sua última tentativa, passou dos 18 metros, o que lhe valeria um novo recorde mundial. Mesmo assim, conseguiu ser medalhista de bronze. Depois desse episódio, ainda foi campeão sul-americano na Bolívia, com a marca de 17,05 metros. Às vésperas do Natal de 1982, sofreu um acidente automobilístico, provocando-lhe traumatismo craniano e inúmeras fraturas na perna direita, levando à sua amputação. No ano de 1986, foi eleito deputado estadual pelo Estado de São Paulo, reeleito no ano de 1990. Faleceu em 1999, vítima de uma cirrose hepática. "

Representou o Brasil nos Jogos de:


1976 Montreal Atletismo
1980 Moscou Atletismo