Atletas Olímpicos Brasileiros

Foto de exibição
CASSIUS DURAN
Cassius Ricardo Duran nasceu em São Paulo, em 31 de maio de 1979, no Parque São Lucas, zona leste da cidade. Aos sete anos, se mudou para a Vila Prudente, onde a mãe o matriculou em uma escola de natação. Começou também a frequentar aulas de judô no Clube Juventus. No intervalo entre a natação e o judô, brincava de dar cambalhotas na piscina. Foi convidado pelo técnico Roberto Biagione, de saltos ornamentais, a treinar regularmente. Aos 10 anos, ganhou sua primeira medalha nos saltos ornamentais. Aos 12, parou com todas as outras modalidades para ficar apenas com os saltos. No ano seguinte, já campeão brasileiro infantil, soube da extinção dos esportes amadores no clube, o que o impediria de participar de outras competições. Transferiu-se para o Pinheiros e começou sua carreira profissional. Aos 14 anos, foi medalhista de prata no Troféu Brasil, categoria adulto; e campeão sul-americano juvenil. Em 1993, ganhou a prova de plataforma e, aos 15 anos, venceu todas as provas. Credenciou-se para as competições internacionais adultas, já entre os 18 melhores atletas do mundo. Aos 17 anos, foi obrigado a fazer uma cirurgia na coluna em função dos treinos. Em 1996, embora tenha conseguido o índice para os Jogos Olímpicos de Atlanta, a confederação optou por não levar atletas dos saltos. Foi aos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, em 1999, ficando em 7º lugar. No ano seguinte, chegou à semifinal dos Jogos Olímpicos de Sidney. No ciclo olímpico seguinte, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde passou a competir pelo Vasco da Gama. As dificuldades vividas nesse período o fizeram desejar encerrar a carreira, mas recebeu um convite do Pinheiros e voltou para São Paulo. Em 2003, foi medalhista de prata na plataforma de 10 metros nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, a primeira medalha brasileira nos saltos ornamentais em Jogos Pan-Americanos. Chegou à 24ª colocação nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004. Nesse novo ciclo, voltou a morar no Rio de Janeiro, onde participou dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, em 2007, terminando em 4º lugar. Foi aos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Uma nova cirurgia, em 2009, o tirou da seleção e começou então seu processo de transição de carreira. Formado em Educação Física e Fisioterapia, passou a atuar como técnico da modalidade que o consagrou.

Representou o Brasil nos Jogos de:


2000 Sydney Saltos Ornamentais
2004 Atenas Saltos Ornamentais
2008 Pequim Saltos Ornamentais