Atletas Olímpicos Brasileiros

Foto de exibição
SERVÍLIO DE OLIVEIRA
Servílio Sebastião de Oliveira nasceu no bairro do Ipiranga, em São Paulo, em 6 de maio de 1948. Sétimo filho de uma família de treze irmãos, viveu a febre do boxe devido ao título mundial de Éder Jofre. Junto com os irmãos e amigos do bairro, promovia lutas e torneios. Aos 12 anos, quando foi treinar em uma academia com acompanhamento técnico, já possuía alguns fundamentos. Primeiro treinou no Caracu Boxe Clube, que encerrou suas atividades, levando-o a se transferir, em 1966, para a Academia Flamingo. Em 1966, ao sagrar-se campeão na categoria peso mosca, conseguiu emprego na indústria Pirelli e passou a defender o clube com o mesmo nome. Foi, então, campeão paulista, campeão brasileiro e campeão do Torneio dos Campeões. Foi aos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, em 1967. Nesse mesmo ano, participou dos Jogos Latino-Americanos, no Chile, sagrando-se campeão e obtendo a vaga para disputar os Jogos Olímpicos do México, em 1968, onde conquistou a primeira medalha do boxe brasileiro, a de bronze. Depois da experiência olímpica, tornou-se profissional, porém, em 3 de dezembro de 1971, já ocupando o 3º lugar no ranking mundial, sofreu um deslocamento de retina e foi obrigado a abandonar o boxe. Passou a atuar primeiro como auxiliar técnico e, depois, como técnico. Distante dos ringues como atleta, hoje Servílio de Oliveira se mantém próximo do boxe como agenciador de atletas.

Representou o Brasil nos Jogos de:


1968 Cidade do México Boxe