Atletas Olímpicos Brasileiros

Foto de exibição
PETER VENÂNCIO SILVA
Nasceu na cidade de São Paulo, em 29 de junho de 1964. Único homem de uma família de sete irmãos, perdeu o pai aos dois anos. Começou a jogar futebol aos 13 anos e, aos 16, foi obrigado a trabalhar para ajudar a mãe. Em 1980, após assistir a uma luta de George Foreman, decidiu que iria praticar boxe. Começou a treinar na academia de Ralph Zumbano e, depois de um ano, tornou-se campeão da Forja dos Campeões. Trabalhava como auxiliar administrativo, durante o dia e treinava a noite. Tentou voltar ao futebol, mas percebeu que era o boxe que gostaria de seguir. Seu ex-técnico conseguiu, então, um teste no Centro Olímpico do Ibirapuera, onde começou a treinar em 1984. Tornou-se campeão paulista e brasileiro. Em 1986, transferiu-se para a Pirelli, em Santo André (SP), e passou a integrar a seleção brasileira. Tornou-se campeão sul-americano e, no ano seguinte, participou dos Jogos Pan-Americanos de Indianápolis. Em 1988, foi aos Jogos Olímpicos de Seul. No retorno dos Jogos Olímpicos, profissionalizou-se, mas, com o Plano Collor, perdeu seus patrocínios. Para poder sobreviver, passou a lutar nos eua, Argentina e Panamá e ficou entre os quatro melhores do mundo, no ranking da Associação Mundial de Boxe. Fechou contrato de quatro anos com o empresário Don King e foi morar nos EUA. Em 1997, disputou o título mundial nos pesos médios. Encerrou a carreira de atleta em 2008. É funcionário público da Prefeitura de São Paulo e, atualmente, dá aulas de boxe em uma academia.

Representou o Brasil nos Jogos de:


1988 Seul Boxe