Atletas Olímpicos Brasileiros

Foto de exibição
NATÁLIA FALAVIGNA
Nasceu em Maringá (PR), em 9 de maio de 1984, mas foi criada em Londrina, onde começou a praticar esporte desde muito cedo. Tinha certeza de que seria atleta, só não sabia em qual modalidade. Aos 14 anos, uma colega a convidou para assistir a um treino de taekwondo e, na sequência, matriculou-se. Na terceira aula, seu treinador lhe disse que seria campeã mundial em dois anos. Aos 16 anos, foi ao Campeonato Mundial Júnior e sagrou-se campeã. Apesar desses resultados, não se classificou para os Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, em 2003, o que a levou a fazer uma pausa. Depois de um mês e meio parada, voltou a treinar. Obteve a vaga para os Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, quando chegou à 4ª colocação. No ciclo olímpico seguinte, estruturou uma equipe multidisciplinar para lhe dar apoio. Em 2005, conquistou o campeonato mundial e, em 2007, foi medalhista de prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. Em 2008, conquistou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, primeira medalha brasileira da modalidade. O ciclo olímpico seguinte envolveu a organização de sua própria academia, em Londrina. Em 2011, foi contratada pelo Fluminense. Participou dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, porém foi derrotada em sua primeira luta, em uma atuação discutível dos árbitros. Formada em Educação Física, planeja sua vida ligada ao esporte, especificamente ao taekwondo. Não pretende ser técnica, mas quer colaborar com a formação de novos atletas, que desejem buscar uma medalha, assim como ela própria o fez.

Representou o Brasil nos Jogos de:


2004 Atenas Taekwondo
2008 Pequim Taekwondo
2012 Londres Taekwondo